Seg, 10 de outubro de 2016, 17:48

Pirlipatinha e a Castanha de Cajuaçu
Espetáculo teatral

A peça PIRLIPATINHA E A CASTANHA DE CAJUAÇU é uma adaptação livre da Profa. Lourdisnete Benevides, a partir da história infantil PIRLIPATINHA E A NOZ CRACATU, obra de domínio público. O texto de Benevides leva em consideração o contexto artístico e cultural sergipano para contar a saga vivenciada por Mestre Maia, um sábio do palácio real do Rei Pirlipatão. Mestre Maia circula por diversas cidades sergipanas e seus tipos humanos à procura da Castanha de Cajuaçu, uma vez que apenas ela poderá salvar a princesa Pirlipatinha dos males de um feitiço que a deixou em sono profundo. Após 15 anos de peregrinação e sem sucesso, Maia retorna ao palácio real. Antes, porém, resolve passar na loja de antiguidades do seu irmão Ricardo Maia para abraçá-lo. Lá chegando encontra o sobrinho, Miguel Antonio, que o informa sobre a existência dessa raridade de castanha na sua própria loja e que ele mesmo possui dentes fortes para quebrá-la. Rapidamente, os dois partem para o palácio, Miguel quebra a castanha, e a princesa desperta do sono. Contudo, por ajudar a quebrar o feitiço, o rapaz também seria vítima de um novo feitiço que o transformaria em um boneco de madeira. Até que a princesinha, tomada de amor e gratidão por Miguel, beija-o e o feitiço que o atingiria é também quebrado. Todos ficam muito felizes com o desenrolar dos acontecimentos. Mas, aqui nessa história, os personagens não se casam e vivem felizes para sempre. Ao contrário, eles revelam um discurso inclusivo e provocam muitas reflexões contemporâneas. PIRLIPATINHA E A CASTANHA DE CAJUAÇU é um espetáculo teatral com enfoque na ludicidade dos processos artísticos e pedagógicos e na formação da cultura sergipana.


Unnamed
Atualizado em: Seg, 10 de outubro de 2016, 19:09
Notícias UFS
Avaliação
UFS é destaque no Enade 2016
Enfermagem e Nutrição (ambos de Lagarto) e Fisioterapia (Aracaju) obtiveram nota máxima; veja nota de outros cursos